Diante da atual recessão econômica, que vêm acabando com diversas empresas e empregos, fechando inúmeras companhias, destruindo inúmeras possibilidades de negócios, e inviabilizando o progresso no país, empresários e funcionários estão de mãos atadas, sem saber o que fazer, em suas tentativas de buscar uma saída para a estagnação que saturou a nação, e comprometeu todas as probabilidades de uma retomada da normalidade.

São Paulo – No clima de que “é preciso ter opinião para tudo nas redes sociais”, um pequeno negócio pode se sentir tentado a se posicionar sobre temas polêmicos, que vão desde igualdade de gênero até questões políticos, como ser a favor ou não de um impeachment.

Consultores ouvidor por EXAME.com concordam que tomar partido é sempre uma escolha, e não dever, de uma empresa. Portanto, deve ser algo que realmente faça sentido para o negócio. Mas, em geral, alertam, o risco não compensa.

orb.digital