Testes preliminares mostram que as pessoas realmente consideram os atributos éticos importantes. Portanto, não é que não se importem com eles. Se souberem que algo foi produzido sob condições de trabalho terríveis provavelmente não comprarão o produto. É que simplesmente prefeririam não descobrir.

Walter Robb, CEO da Whole Foods, acredita que, nos próximos anos, os clientes exigirão uma mudança na maneira como os negócios são administrados.

Atuando na linha de frente da Whole Foods, rede varejista americana com foco em alimentos saudáveis e orgânicos, Walter Robb garante que atuar além dos lucros não é um luxo e sim uma prioridade que as empresas precisam ter nos próximos anos. Para o co-CEO, não dá mais para fugir do chamado “capitalismo consciente”. "O CEO da Univeler disse outro dia que nosso capitalismo já alcançou sua data de validade. Nossos clientes, nos próximos dez anos, serão aqueles que exigirão uma mudança na maneira como trabalhamos e tocamos nosso negócio"

Walter Robb, co-ceo da Whole Foods (Foto: @_openspace_)

A especialista americana Robin Chase ensina a lucrar com negócios baseados no compartilhamento. Uma das maiores especialistas do mundo em shared economy – economia compartilhada ou colaborativa -, a americana Robin Chase esteve no Brasil para uma palestra na HSM ExpoManagement. Depois do encontro, que teve como tema “Indo Além da Web 2.0: consumo, infraestrutura e financiamento colaborativos”, a expert – fundadora das empresas ZipCar, GoLoco e Veniam Works, e autora do livro Economia Compartilhada - falou à revista Pequenas Empresas & Grandes Negócios. Segundo ela, a economia compartilhada tem o poder de “criar abundância em um mundo marcado pela escassez.” Veja a seguir as dicas para faturar com a tendência.

Robin Chase é especializada em economia colaborativa (Foto: Divulgação)

orb.digital